quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Dia do repórter

Photobucket
Em 16 de fevereiro é comemorado o dia do repórter, profissional responsável por nos tornar mais informados sobre os fatos que ocorrem pelo mundo.
Se fizermos uma pesquisa à população em geral que figura humana é a mais característica do jornalismo, grande parte responderá: o repórter. O repórter está sempre onde o leitor, ouvinte ou espectador não pode estar. Ele representa os olhos e os ouvidos do público e seleciona os fatos mais interessantes para divulgar uma notícia, que deve ser de forma clara e de fácil compreensão em jornais, revistas, rádio, Tv, e atualmente, também pela internet. Mas se engana quem pensa que preparar uma notícia seja coisa fácil. É necessário conhecimento e técnicas específicas da comunicação social (jornalismo), além de estudo e pesquisa para elaboração da notícia. Em meados de 1440, surgiu o primeiro modelo de reportagem graças à invenção da tipografia, criada por Johan Gutemberg, o sistema de impressão era feito manualmente com tipos de metal e com as letras em alto relevo. Após a revolução industrial as máquinas de impressão ganharam mais qualidade e rapidez, aumentando as publicações.
Edgard Roquete Pinto, considerado o "pai do rádio", foi o responsável por implantar os noticiários de rádio no Brasil. Naquele tempo ele já tinha a visão de que o rádio se tornaria um transmissor da cultura popular. Em 1922 foi realizada a primeira transmissão de rádio, expondo o discurso so presidente Epitácio Pessoa sobre os 100 anos da independência do Brasil.
A rádio Clube de Pernambuco foi a primeira rádio emissora, fundada no Brasil em 1919, por Oscar Moreira Pinto. Dentro do mesmo padrão, em 1923, surgiu a Rádio Sociedade do Rio de janeiro. Em meados de abril de 1950, tivemos o primeiro canal televisivo do país, porém, as transmissões com maior qualidade só foram possíveis após a inauguração da TV Tupi. Já o primeiro telejornal foi apresentado em 19 de setembro, apresentado por Ribeiro Filho.
Através da evolução dos meios de comunicação, chegamos à era da informatização, onde as notícias passam de forma rápida. A globalização e o acesso à internet possibilitam que, em tempo real, acompanhemos um fato que ocorre do outro lado do mundo.

É função do repórter trabalhar com ética, buscando sempre a verdade sobre a notícia, ouvindo sempre "os dois lados" envolvidos, para que não cometa erros, e parcialidade, ou cause sencionalismo com a mesma. Sendo fundamental apresentar uma linguagem clara e objetiva, desvinculando o jornalismo da literatura. Sendo assim, consegue atingir todo o público, levando aos mesmos os fatos ocorridos, as notícias, que são direitos de todos e, portanto, considerados bens públicos.

Remédio para bronquite (cultura indígena)

1 lasquinha de casca de angico 3 pontas de ramos de marcela grega 1 garrafa de cachaça Todos os ingredientes devem ser misturados numa g...